Projeto “Ser Igual = Ser +” (2010-2012)

Projeto “Ser Igual = Ser +”  (2010-2012)

    Norte

O Projeto “Ser Igual = Ser +” foi um projeto desenvolvido entre 2010 a 2012 que pretendeu apoiar um vasto conjunto de pessoas de diferentes idades, com problemas sociais e económicos diversos, residentes, sobretudo, nos territórios industrializados com forte desqualificação, nomeadamente em áreas citadinas (sedes de concelho). O projeto procurou chegar a estes públicos trabalhando diretamente com as escolas, autarquias, juntas de freguesia, bibliotecas, centros de saúde, unidades de segurança, paróquias, núcleos associativos, centros de dia e outras entidades/instituições de cariz sociocultural.

    Enquanto associação sem fins lucrativos, a ALC pretendeu, com o referido Projeto “Ser Igual = Ser +”:

  • Formar novas mentalidades, introduzindo a análise de género como conceito operatório no relacionamento social e familiar;
  • Fomentar o desenvolvimento de materiais pedagógicos e preventivos no âmbito da igualdade de género e violência de género;
  • Reforçar a presença das mulheres na atividade social e empresarial;
  • Sensibilizar a comunidade para a importância do papel das mulheres nas várias atividades;
  • Fomentar a participação dos homens na vida familiar;
  • Divulgar aspetos da situação atual das mulheres e dos homens em Portugal (mercado de trabalho, organização da vida familiar, linguagem, educação e formação profissional, saúde, direito);
  • Fomentar a coeducação para a cidadania;
  • Envolver profissionais dos vários ramos de atividade em ações convergentes;
  • Sensibilizar para as consequências da violência conjugal;
  • Sensibilizar para a realidade do tráfico de seres humanos.

    Para a execução do referido projeto foram realizadas várias ações, recorrendo aos vários meios de comunicação, movendo rádios locais, jornais regionais, sites, blogues, meios de difusão escrita e virtual. De seguida apresentamos a elencagem dessas atividades:

  1. Ação de sensibilização para a Igualdade de Género;
  2. Criação do Gabinete de Informação, Encaminhamento e Apoio Jurídico;
  3. Realização de um seminário sobre o tema As mulheres no mercado atual: sociedade sui generis;
  4. Comemoração do Dia da Mulher;
  5. Sensibilização sobre Saúde e Violência;
  6. Seminário sobre Comportamento Violento: causas e soluções;
  7. Concurso de fotografia subordinado ao tema Violência Doméstica;
  8. Integração da discussão sobre Igualdade de Género e Violência Doméstica em Cursos de Preparação para o Matrimónio;
  9. Apresentação de um vídeo elaborado para encorajamento de boas práticas em igualdade de oportunidades no seio empresarial e divulgação do mesmo em empresas de toda a região;
  10. Compilação escrita de testemunhos, redações, ditos populares, letras de músicas, poesias, contos e outros trabalhos com o título Sou Mulher e também tenho uma história para contar;
  11. Construção de materiais promocionais;
  12. Criação de uma rubrica com participação ao nível de rádios e meios de comunicação locais;
  13. Exposição sobre Aspetos históricos dos Movimentos Feministas;
  14. Sensibilização para a Prevenção e Combate à Violência de Género;
  15. Abertura do concurso cinematográfico realizado por alunos de escolas e centros de formação profissional no âmbito da Prevenção para a violência juvenil entre casais;
  16. Workshop de teatro em escolas que aborde a temática da violência doméstica e/ou do tráfico de seres humanos;
  17. Ateliê de escrita criativa (Re)flectir sobre (des)igualdades;
  18. Sessão de esclarecimento Oportunidades escolares, procura de emprego e criação de emprego para mulheres;
  19. Seminário sobre a Importância da Participação do Homem, Marido e Pai na Vida Familiar;
  20. Comemoração do Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher;
  21. Concurso Literário Juvenil A Igualdade de Género após o 25 de Abril;
  22. Feira Lusófona para a Sensibilização para a Igualdade de Género, a Prevenção da Violência e a Prevenção ao Tráfico de Seres Humanos;
  23. Abertura de concurso com atribuição de Prémio de incentivo Mais Igualdade, Mais Qualidade;
  24. Criação de sessões de esclarecimento dirigidas a imigrantes.